Escute a rádio online agora:

Uma dona de casa de 60 anos, residente em Ponte Alta do Tocantins, foi parar na via judicial por testar positivo para a Covid-19 e descumprir isolamento, tendo inclusive viajado de sua cidade a Palmas, num percurso de 146 quilômetros.

De acordo com o Ministério Público Estadual que ajuizou a ação, a infratora deveria estar em isolamento até o dia 22 de maio, entretanto, dia 10 – dois dias depois de testar positivo – ela realizou uma viagem para a capital e teve contato com várias pessoas nas duas cidades e no trajeto entre ambas.

O caso foi denunciado pelo promotor Leonardo Valério Pulis Ateniense.

Não foi especificado o meio de transporte usado pela paciente, provavelmente, essa peculiaridade ainda está sendo esmiunçada pelas averiguações.

A Justiça aceitou o pedido e determinou que a idosa deve cumprir o isolamento sob multa de R$ 10 mil por dia até o limite de R$ 200 mil caso desrespeite a ordem. A transgressora ainda pode ser internada compulsoriamente em um hospital caso insista em desrespeitar a quarentena e terá que pagar todas as despesas da unidade se isso acontecer.