Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



No Dia das Mães vivenciado neste domingo, 10 de maio, uma senhora de nome não divulgado ganhou o presente mais doloroso que uma genitora pode receber: seu filho foi executado a tiros dentro de casa na sua frente.

O fato aconteceu na Rua Pau Brasil, Setor Araguaína Sul, em Araguaína, no norte do Tocantins. Por volta das 22h, dois suspeitos chegaram em uma motocicleta não identificada, um deles arrombou a porta com os pés, entrou no imóvel e efetuou dois disparos a queima roupa contra o cadeirante Luiz Rogério Orione da Silva, 32 anos, que estava sentado na cadeira de rodas. Os tiros acertaram a região torácica e a parte superior do ombro direito.

Assim que os autores fugiram, a mãe que presenciou tudo acionou o SAMU e a PM que constaram o óbito no local e chamaram a perícia criminal.

Nossa reportagem foi informada que Luiz Rogério era usuário de drogas e chegou a puxar cadeia em 2014 por porte ilegal de arma de fogo.

Investigadores da 2ª DHPP – Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa – admitem a possibilidade de acerto de contas atinente ao tráfico de entorpecentes, contudo, exploram outas pistas que possam estar relacionadas à execução do cadeirante.

 


error: Conteúdo Protegido