Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Com objetivo de garantir a segurança alimentar de famílias vulneráveis, profissionais autônomos, mototaxistas, entre outros, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), continua a distribuição de cestas básicas, desta vez em municípios da região do Bico do Papagaio. A ação ocorre em decorrência da situação de emergência decretada pelo Governador Mauro Carlesse, devido ao isolamento social que visa conter a disseminação da Covid-19.

“Nesta semana, com início na quarta-feira, 29, a distribuição das cestas básicas acontecem nos municípios de Campos Lindos, Goiatins, Palmeirante, Babaçulandia, Filadélfia e  Barra do Ouro ”, afirma o secretário Executivo da Setas,Tiago Costa.

A distribuição de cestas básicas  está sendo realizada por equipes da Setas para os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), dos 139 municípios do Tocantins. “As secretarias de Assistência Social municipais são responsáveis pelo cadastro e entrega dos mantimentos às famílias e profissionais”, informa Tiago Costa. “Fizemos um estudo e estamos distribuindo as cestas básicas conforme as necessidades de cada município. Desta vez, devem procurar os CRAS para receber as cestas básicas, os profissionais autônomos como, garçons, mototaxistas e demais trabalhadores que necessitam dos mantimentos, afetados pelo isolamento social”, informou.

Março e abril

Ainda segundo o secretário executivo, entre 21 de março e esta terça-feira, 28, mais de 30 mil famílias receberam alimentos e itens de higiene do Governo do Estado, por meio da Setas e de secretarias parceiras. Nesta semana, a Setas conclui a entrega de 30 mil cestas básicas às famílias atingidas pela recessão econômica. No total, foram distribuídas 510 mil toneladas de mantimentos.

No Tocantins, por determinação do governador Mauro Carlesse, a entrega de cestas básicas começou pela população idosa dos 139 municípios, cadastrados no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Mais de 10 mil idosos receberam os cuidados com alimentos e itens de higiene.

Na 2ª remessa, estão sendo atendidos mototaxistas, artesãos e músicos que residem no Tocantins, grupos de trabalhadores autônomos, informais e famílias cadastradas no Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif) e no Cadastro Único.

Músicos e artesãos

Segundo Tiago Costa, a meta de atender em torno de 2 mil profissionais no Estado foi ultrapassada e a previsão é de entregar, até esta quarta-feira, 29, cerca de 3 mil cestas para as categorias.

Além dos artesãos cadastrados pelo Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (Sicab) e os músicos registrados pela Ordem dos Músicos do Brasil (OMB), a entrega de cestas básicas, determinada pelo Governador Mauro Carlesse, beneficia, ainda, profissionais que foram inseridos no cadastro após levantamento feito pelas secretarias de Cultura municipais.

Trabalho em equipe

“A ação segue determinação do governador Mauro Carlesse. O governador assinou um decreto emergencial e a Setas está cumprindo à risca. O trabalho tem sido contínuo, se estende em feriados e fins de semana, com plantões de 24 horas, exigindo grande esforço da equipe da Setas, que com bravura tem vencido as dificuldades para atender as necessidades da população”, reafirmou o secretário da Setas, José Messias de Araújo.

Recurso

O recurso é oriundo do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep-TO), baseado na Lei n° 3.015, de 30 de setembro de 2015, considerando a decisão plenária do dia 23 de março de 2020 (Resolução nº 01/2020 de 31 de março de 2020), que aprovou a destinação de recursos financeiros ao Órgão Público Estadual para execução de projeto social com vistas a combater e erradicar a pobreza, por meio da distribuição de 200 mil cestas básicas à população necessitada.

Por Eliane Tenório/Governo do Tocantins


error: Conteúdo Protegido