Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Um crime passional foi registrado na tarde de sábado (14), na Rua Rouxinol, Setor Maracanã, em Araguaína, norte do Tocantins. Os motivos, aparentemente, estão relacionados a um suposto triângulo amoroso envolvendo um homem e duas mulheres.

A vítima identificada como Daniela Aparecida, 24 anos, foi pega de surpresa pelo casal José Barros Rodrigues, 32 anos; e Kleane Bispo da Silva, 36 anos. De acordo com testemunhas, por volta das 16h e 30m, a jovem estava em via pública quando começou a receber golpes de facão desferidos pelo ex-companheiro que estava junto com sua rival. Ela foi atingida nos ombros, na cabeça, nos braços e nas pernas.

Populares correram em defesa da mulher que tentou fugir do casal, mas, acabou caindo na rua. O SAMU foi chamado e socorreu a vítima que estava em estado grave e foi levada para o Hospital Regional de Araguaína.

Os acusados fugiram e se esconderam em uma casa a cerca de 300 do local do crime onde foram localizados pela Polícia Militar e conduzidos à 5ª CAPC – Central de Atendimento da Polícia Civil. A arma usada na tentativa de homicídio e uma camisa suja de sangue foram encontradas pela PM e entregues à equipe de plantão da PC.

Muito revoltada e enraivecida, Kleane tentou livrar o companheiro dizendo que fez tudo sozinha e não estava arrependida: “Meu marido não tem nada a ver. Foi eu que fiz. Foi eu. Foi ciúme. Foi eu que fiz. Fiz e faço de novo. Ela é uma noiada”. Disse a suspeita.

Os militares e os investigadores entenderam que a mulher queria assumir tudo para tentar amenizar a situação do comparsa, porém, os dois vão responder na via judicial por tentativa de homicídio.

 


error: Conteúdo Protegido