Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Um jovem comerciante e assistente técnico em celulares foi preso no final da manhã de quinta-feira (5), no interior de sua loja, situada à Rua Rubens Pereira Reis de Andrade, Setor Jardim Brasília, em Porto Nacional.

Nossa reportagem conseguiu identificar o acusado de receptação qualificada através de algumas vítimas e pelos dados de sua empresa, a Compre Cel Assistência Técnica em Celulares. Trata-se de Guilherme Cunha Marinho, 21 anos, residente na Avenida Murilo Braga, centro, Porto Nacional.

Ficou evidenciado que o comerciante comprava celulares quebrados ou com defeitos e utilizava placas e peças para adulterar aparelhos que seriam revendidos posteriormente. Alguns clientes foram enganados sem saber e ficaram surpresos quando perceberam que estavam sendo investigados.

No andamento das averiguações, a Polícia Civil chegou ao acusado que confessou os ilícitos e demonstrou que não sabia de tamanha gravidade por tais atos.

Foram apreendidos 24 celulares de diversas marcas que serão periciados no sentido de confirmar se foram submetidos a alterações para futuras negociações.

Guilherme Cunha Marinho foi autuado por receptação qualificada, cujo artigo 180 do Código Penal Brasileiro (CPB) prevê reclusão que pode ultrapassar os 4 anos, por isso, não foi arbitrada a fiança no momento da lavratura do flagrante.

O rapaz foi recolhido à carceragem da CPPPN – Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional, onde fica á disposição da justiça.


error: Conteúdo Protegido