Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



O clima de paz e tranquilidade que marcou o Carnafolia de 2017 para cá foi alterado de forma gravíssima na madrugada desta terça-feira (25), no Espaço Cultural Beira-Rio na orla de Porto Nacional. Uma desavença originada de um esbarrão com pisada no pé culminou em assassinato, prisão e apreensão.

Reydon Fernandes – Arquivo

A confusão envolveu o estudante Reydon Fernandes Costa, 25 anos, morador do Setor Tropical Palmas, zona norte da cidade e três jovens que estavam juntos, sendo um de 21 anos, residente no Vila Nova; um adolescente de 17 anos; e outro sem informações básicas até o momento.

De acordo com versões de testemunhas ouvidas pelo PORTALMV, a vítima e o acusado de 21 anos tiveram um encontrão nas proximidades dos banheiros e começaram a discutir. Em meio ao bate-boca, Reydon foi esfaqueado no tórax e nas costas e ainda recebeu uma garrafada na cabeça, provavelmente, desferida pelo adolescente.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou com rapidez, entretanto, o homem ensanguentado já estava sem sinais vitais. Depois dos levantamentos periciais, o corpo foi despachado para exames necroscópicos no IML da cidade.

Policiais Militarem do 5º BPM entraram em ação e conseguiram deter o suspeito de 21 anos que estava com a arma do crime e o menor. O terceiro envolvido conseguiu fugiu e ainda não foi localizado pelas forças policiais.

A dinâmica e motivação do crime deverão ser esclarecidos em inquérito policial a ser conduzido pela 7ª DEIC – Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado. Os suspeitos detidos e a jovem que estava com Reydon deverão ser ouvidos logo no início dos trabalhos investigativos.

Lamentações

Nas redes sociais, familiares, colegas de estudo e amigos escreveram mensagens lamentando o repentino fim de Reydon que deixa dois filhos pequenos.


error: Conteúdo Protegido