Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

A cidade de Talismã, localizada na fronteira do Tocantins e Goiás está chocada com o desfecho do sumiço da pré-adolescente Andressa Aires de Souza, 12 anos, que foi encontrada morta no começo da tarde desta terça-feira (11), 5 dias depois de desaparecida.

Já em avançado estado de putrefação, o cadáver da garota estava nos matagais a cerca de 50 metros à frente da residência onde ela morava com a família, no Setor Cidade Nova.

De acordo com relatos de populares, Andressa estava sem as roupas que vestiam a parte inferior do corpo e apresentava sinais de violência sexual. Ainda não se sabe se o eventual estupro fora praticado antes ou depois da morte.

Há informações circulantes na cidade dando conta que ela saiu de casa, na quinta-feira (6), revoltada após ter discutido com membros da família. Depois desse momento, não foi mais vista.

O corpo foi encaminhado para exames específicos no IML de Palmas.

As investigações estão sendo feitas pela Delegacia de Polícia Civil de Talismã e a 3ª DHPP – Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa – localizada em Gurupi.


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido