sábado ,19 agosto 2017
Página Inicial / Destaques / Telejornal assume erro e esclarece que Eduardo Siqueira não é “Acelerado” delatado na Lava-Jato.

Telejornal assume erro e esclarece que Eduardo Siqueira não é “Acelerado” delatado na Lava-Jato.

Na edição desta segunda-feira, 24, os apresentadores William Bonner e Renata Vasconcelos, do Jornal Nacional, fizeram uma retratação sobre informações veiculadas pela emissora no último sábado, 25, relacionadas à delação do executivo da Odebrecht Benedito Júnior, que teria apresentado um documento relacionando o nome do deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (DEM) ao codinome “Acelerado”. De acordo com a edição do telejornal de sábado, no documento o codinome “Acelerado”- responsável por receber os maiores repasses da empreiteira – se trataria do deputado tocantinense.

No entanto, de acordo com o depoimento de outro delator, Rogério Araújo, ex-executivo da Odebrecht, o codinome “Acelerado” se refere a Aluísio Teles, ex-gerente da área internacional da Petrobras que teria participado da elaboração do esquema. Conforme o delator, Teles teria recebido os US$ 24 milhões, em contrapartida de 3% de um contrato firmado com valor superior a US$ 800 milhões.

Em depoimento à Lava Jato, o executivo dá uma indicação diferente de quem seria o Acelerado. “O Acelerado é Aluísio. 3 x 8, 24, 3%. Via Mário Miranda” confirmou fazendo as contas, o ex-executivo em acordo de delação.

O telejornal mencionou a nota de Eduardo Siqueira Campos em que ele se defende e nega ser o Acelerado. “Fica claro que, pelo contexto, não existe correlação entre Eduardo Siqueira Campos e o codinome ‘Acelerado’, afirmou o âncora do jornal.

Em nota, a assessoria do deputado considerou “um erro grave de apuração de informação, a inclusão de seu nome pela simples ligação a uma lista de diversos codinomes e a não apresentação de nenhum depoimento ou qualquer outro documento comprovando a citação de seu nome”. A assessoria do deputado esclareceu ainda que “na única delação que foi tornada pública que cita o deputado Eduardo Siqueira Campos, o delator Mario Amaro o trata pelo codinome ‘Canário’. E em nenhum momento, foi divulgado qualquer outro documento que identifica o deputado por outro codinome”.

Fonte: T1Notícias

Sobre Portal MV

Jornal Digital de Porto Nacional, Tocantins. Criado em 2014, pelo jornalista e apresentador de Rádio e Tv, Aurivan Lacerda, para ser a extensão do seu programa MICROFONE VERDADE, na Internet.

Você pode Gostar de:

MPE REUNIÃO EM PORTO NACIONAL

MPE discute fluxo de atendimento no Conselho Tutelar de Porto Nacional.

Representantes do Conselho Tutelar de Porto Nacional reuniram-se com a Promotora de Justiça Márcia Mirele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *