Plantão
Ronda Porto

Ex-diretor da CPP de Porto Nacional é preso em operação da CGPC.

Publicado dia 17/05/2018 às 04h21min
Além do servidor público, dois membros de sua família também foram conduzidos pela PC.

O ex-diretor da Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional, Herbert Ayres Sardinha, e mais dois membros de sua família foram alvos da Operação Indecórus, realizada na manhã desta quarta-feira (16), pela Corregedoria de Polícia Civil (CGPC), com apoio das equipes da 4ª Delegacia Regional de Porto Nacional; da DEIC – Delegacia Especializada em Investigações Criminais – de Palmas; e do Grupo de Operação Táticas Especiais (GOTE).

Além dos mandados de prisão contra o ex-chefe da unidade prisional e seu filho, também foram cumpridos 8 mandados de busca e apreensão na Casa de Prisão Provisória e em residências de pessoas citadas nas investigações acerca de um esquema de corrupção e lavagem de dinheiro.

Conforme as poucas informações repassadas pela Polícia Civil, Sardinha é acusado de usar nomes de presos para fazer financiamentos de carros e obrigar os detentos a realizarem serviços pessoais fora da instituição carcerária.

As averiguações da CGPC estão em andamento há mais de dois meses e podem estar ligadas a outro esquema de financiamentos fraudulentos e enriquecimento ilícito descoberto em junho do ano passado também com envolvimento de dois policiais civis da 4ª DRPC, Sardinha e outro funcionário da CPPPN.

Os delegados que compõem a equipe da CGPC ressaltaram que não podem adiantar muitas informações por causa de outras linhas investigativas que estão seguidas.

Fonte: Portal MV