Plantão
Política

Júnior Geo quer que aprovados em concurso da Câmara de Palmas ocupem mais vagas.

Publicado dia 03/05/2018 às 03h29min
A cobrança verbal foi efetuada pelo vereador ao usar a Tribuna da Casa na manhã desta quarta-feira, 2.

O vereador professor Júnior Geo (PROS) usou a tribuna, na manhã desta quarta-feira, 2, para questionar à presidência da Câmara Municipal de Palmas sobre a necessidade de contratação de 136 servidores locados na mesa diretora. “Eu gostaria que o vereador Folha demonstrasse para mim onde se encontram os 136 assessores da mesa diretora, quem são e quais funções desempenham”, indagou Geo. Para o parlamentar, os cargos da Casa de Leis, que não são caracterizados como cargos de confiança, devem ser ocupados em maioria por efetivos. 

“Nós não queremos que ocorra com a Câmara de vereadores, o descrédito político que se intensifica e ocorre no país inteiro. Não estou aqui para ser apontado na rua e ser questionado sobre o porquê de existir tantos assessores contratados na Câmara Municipal. Talvez seja por esse motivo que nós temos dificuldades em administrar essa Casa de Leis, em resolver problemas coletivos, como a falta de estrutura em alguns gabinetes”, destacou o parlamentar.

Na ocasião, o vereador ressaltou que o concurso realizado recentemente só contempla 44 vagas para provimento imediato na Câmara Municipal, enquanto o número de contratados atualmente é muito superior a este. Júnior Geo também afirmou está aberto para esclarecimentos por parte da presidência da Casa, a quem compete tomar providências a respeito.

CPI PreviPalmas

Antes de finalizar a fala, Júnior Geo cobrou novamente ao presidente, a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o Instituto de Previdência de Palmas (PreviPalmas), solicitação feita em abril de 2017 e requerida novamente, como pedido urgência, na última semana.

Fonte: Ascom/Junior Geo