Plantão
Geral

Governador Carlesse garante lutar para reabrir concurso da PM.

Publicado dia 09/05/2018 às 03h22min
A afirmação foi feita em visita ao QCG – Quartel do Comando Geral – em Palmas.

Mesmo paralisado por uma liminar do Tribunal de Justiça (TJ-TO) o governador interino e candidato nas eleições suplementares Mauro Carlesse informou que está tentando 'intensamente conseguir rever a decisão judicial que proibiu o prosseguimento do concurso público da Polícia Militar, com oferta de cerca de mil vagas'

“A continuidade do concurso da Polícia Militar é uma das minhas prioridades. Estamos lutando para que a Justiça entenda que o povo do Tocantins é quem está sofrendo com a falta de policiais nas ruas. Essa é uma necessidade urgente do nosso Estado, e quanto mais esse concurso demorar, mais o nosso povo terá dificuldades”, pontuou.

O certame aconteceu no dia 11 de março. Mas foi suspenso pelo desembargador Marcos Villas Boas, plantonista do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins após a cassação do mandato do governador Marcelo Miranda (MDB) e Cláudia Lelis (PV) Ele concedeu medida liminar requerida pela Procuradoria Geral de Justiça do Estado, para determinar que Marcelo e o próximo governador ficasse impedido de praticar diversos atos que venham a ser lesivos ao erário do Estado, durante o período de transição para o governo interino, quando Mauro Carlesse assumiria.

Segundo Mauro Carlesse, que visitou o quartel do Comando Geral da Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, a corporação é sua prioridade. O candidato ouviu dos militares as dificuldades da corporação e reconheceu que o Tocantins precisa aumentar o número de policiais nas ruas. Por isso determinou que os militares que estivessem em serviços administrativos, fossem redistribuídos para o patrulhamento ostensivo.

Fonte: Jornal Stylo