SEMAS promove Arraiá do Idoso na ILPI Tia Angelina.
Terça, 20 de novembro de 201820/11/2018
63984631128
Nublado
23º
30º
34º
Porto Nacional - TO
dólar R$ 3,76
euro R$ 4,29
MICROFONE VERDADE
ESPECIAIS
SEMAS promove Arraiá do Idoso na ILPI Tia Angelina.
O evento contou com a participação dos acadêmicos de medicina do ITPC de Porto Nacional.
PortalMV Porto Nacional - TO
Postada em 07/06/2018 ás 01h15
SEMAS promove Arraiá do Idoso na ILPI Tia Angelina.

Arraiá do Idoso na ILPI Tia Angelina, Porto Nacional.

Parceria entre a Prefeitura de Porto Nacional, através da Secretaria Municipal da Assistência Social (SEMAS) e ITPAC Porto/curso de Medicina, promoveu uma tarde especial ao grupo de idosos da Instituição de Longa Permanência para Idosos – ILPI Tia Angelina.  


Alegria e descontração marcaram o “Arraiá do Idoso”, que teve como objetivo estimular a autoestima e fortalecer os laços comunitários entre os participantes, resultado de uma culminância de ações realizadas pelos acadêmicos do 2º período de Medicina, no primeiro semestre deste ano. Os mesmos promoveram o desenvolvimento do aprendizado prático e humanizado na comunidade portuense.


O evento contou com a participação da secretária da Semas, Verônica Fontoura e da coordenadora do abrigo Tia Angelina, Luzivan Torres. Os idosos assistidos pela atividade dançaram com muita empolgação. Comidas típicas e um cenário junino deram o tom festivo, além de muito forró pé-de-serra. Verônica Fontoura ressaltou que o evento segue a orientação da gestão municipal de valorizar a cultura e o idoso, pois segundo ela, só o respeito a essas pessoas poderão lhes trazer mais dignidade e qualidade de vida.


Os acadêmicos de Medicina/ITPAC estavam acompanhados da docente Andriele Gasparetto, que leciona a disciplina “Medicina de família e Comunidade I”, e supervisiona a prática no abrigo. A professora destacou que as atividades junto ao ILPI Tia Angelina proporciona aos futuros médicos um olhar crítico sobre contextos sociais distintos, criando vínculo com a medicina humanizada. “Esse estágio contribui muito para formação dos alunos ao desenvolver vínculo interpessoal, além de incentivar a sensibilidade e a observação” - diz a docente.


Acadêmicos


“São acadêmicos do segundo período de Medicina, que estão se confrontando com uma realidade diferente das deles, ao trabalhar a questão de humanização, a questão de comunicação com o idoso, à questão do respeito do idoso e suas histórias. Mas também é um grande aprendizado pra mim como professora. Sempre falo que eu nunca saio daqui, igual como entrei, eu sempre saio com a energia muito renovada. Nosso futuro é esse, a gente quer tratar uma área da saúde mais humanizada, com olhar diferente" - destaca  Andriele Gasparetto.


 A disciplina que supervisiona essa atividade se chama Medicina de Família e Comunidade I. Eles dividem a prática aqui e em outros locais do município. Estão presentes no Hospital Regional, em algumas escolas, fazem praticas no CAPS, no João XXIII, e o objetivo é sempre desenvolver ações de promoção da saúde e prevenção de doenças.     "Para a faculdade, a parceria com a Secretaria Municipal da Assistência Social é extremamente importante, principalmente pelas portas abertas”, refletiu a docente do curso de Medicina do ITPAC, Gasparetto.

FONTE: Por Luciana Macedo/Secom
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
264