MEC define situação de estudantes que não fizeram provas por falta de energia.
Sábado, 17 de novembro de 201817/11/2018
63984631128
Trovoadas isoladas
22º
28º
31º
Porto Nacional - TO
dólar R$ 3,74
euro R$ 4,27
MICROFONE VERDADE
EDUCAÇÃO
MEC define situação de estudantes que não fizeram provas por falta de energia.
O mesmo problema foi registrado em duas cidades: Franca (SP) e Porto Nacional (TO).
PortalMV Porto Nacional - TO
Postada em 09/11/2018 ás 13h28 - atualizada em 11/11/2018 ás 00h08
MEC define situação de estudantes que não fizeram provas por falta de energia.

O ministro da Educação, Rossieli Soares, informou nesta quinta-feira, 08, que nos dois locais onde a prova do Exame Nacional do Ensino Médio foi suspensa por falta de energia, na cidade de Porto Nacional, no Tocantins, e Franca, em Sâo Paulo, os estudantes inscritos nas duas cidades deverão participar do segundo dia de aplicação de provas e repor o primeiro dia em dezembro.

O ministro recomenda que os estudantes tenham muita tranquilidade na segunda etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcada para este domingo (11), em todo o país. “Os estudantes devem ter muita tranquilidade, dormir bem, chegar cedo, ir confiantes para a prova, que vai dar tudo certo”, disse.

Os estudantes inscritos farão neste fim de semana as provas de ciências da natureza e matemática. Para isso, terão cinco horas. O tempo de aplicação dos testes aumentou em relação ao ano passado, quando os alunos tiveram 4h30 para resolver as questões. “ [A extensão do tempo] foi pedida por conta da prova, o que foi atendido este ano. Pela primeira vez teremos 30 minutos a mais.”, disse Rossieli.

Ele reforçou as recomendações feitas aos estudantes no primeiro dia de aplicação do exame, domingo passado (4), que levem caneta esferográfica de tinta preta e tubo transparente e que cheguem ao local de prova, que o mesmo, com antecedência. "Chegar cedo é muito importante, para não virar meme [piada na internet]”, brinca o ministro.

Os estudantes devem levar ainda obrigatoriamente um documento com foto. Não serão aceitas carteiras de identidade digitais porque o uso de aparelhos eletrônicos é proibido no exame. A lista dos documentos aceitos está disponível no portal do Enem.

No último domingo, 4,1 milhões de estudantes fizeram o exame, registrando-se o menor percentual de faltosos desde 2009 - 24,9% do total de 5,5 milhões de inscritos. Foram aplicadas provas de linguagem, ciências humanas e redação.

Para Rossieli, a aplicação das provas no primeiro dia do Enem “foi sucesso. A parte de logística, vamos repetir, sempre cuidando muito de segurança”. Neste ano, os locais de aplicação do Enem contam com cinco vezes mais detectores de metal. Todos os banheiros passaram a contar com detectores. O exame é monitorado, pela primeira vez, no Centro Integrado de Comando e Controle Nacional, além dos centros integrados de comando e controle regionais, distribuídos pelas unidades da Federação.  

FONTE: Agencia Brasil
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
139