Documentarista portuense alcança mais de 200 mil visualizações no YouTube.
Sábado, 17 de novembro de 201817/11/2018
63984631128
Nublado
22º
27º
31º
Porto Nacional - TO
dólar R$ 3,74
euro R$ 4,27
MICROFONE VERDADE
CULTURA
Documentarista portuense alcança mais de 200 mil visualizações no YouTube.
O registro audiovisual retrata a Folia do Divino na zona rural de Monte de Carmo.
PortalMV Porto Nacional - TO
Postada em 24/10/2018 ás 00h44
Documentarista portuense alcança mais de 200 mil visualizações no YouTube.

O jornalista e documentarista portuense João Luiz Neiva comemora 200 mil visualizações do seu documentário “O Giro da Folia de Cima” no YouTube, plataforma de compartilhamento de vídeos. O registro audiovisual retrata a Folia do Divino na zona rural de Monte de Carmo.


Em 2017 o documentário registrava 100 mil visualizações. Em menos de um ano a marca dobrou.


Registro da história


O documentarista faz parte da produtora audiovisual Idearte, que tem como foco de trabalho o patrimônio material e imaterial do Tocantins, principalmente de Porto Nacional. Em seu portfólio já se encontram 57 documentários. “O nosso objetivo é resgatar a memória do nosso Estado e da nossa cidade”, explica João.


“Nossa grande preocupação é formar outros coletivos e que outras pessoas também assumam essa responsabilidade”, ressalta o documentarista sobre a importância de se valorizar o registro audiovisual da cultura regional.


Documentário


“O Giro da Folia de Cima” foi filmado por uma equipe de apenas quatro pessoas que rodou a zona rural de Monte do Carmo, Município vizinho de Porto Nacional.


A Folia do Divino é uma manifestação cultural e religiosa trazida de Portugal. “Os missionários religiosos expandiram para o mundo inteiro. Em cada lugar ela se adaptou às características da região onde foi desenvolvida. Ela se incorporou à cultura local. No caso de Monte do Carmo, é uma manifestação de quase 150 anos”, informou João.


De acordo com o documentarista, a dança e o animal utilizados no transporte dos foliões, são aspectos locais incorporados à Folia. “A súcia foi incorporada no último ato, o momento em que os foliões se interagem com o público. Aqui na região, o burro é o animal para transporte do giro da folia, por ser um animal resistente”.

FONTE: Por Philipe Ramos/Secom
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
214