Catedral é interditada para obras de restauração.
Sábado, 17 de novembro de 201817/11/2018
63984631128
Nublado
22º
27º
31º
Porto Nacional - TO
dólar R$ 3,74
euro R$ 4,27
MICROFONE VERDADE
CIDADES
Catedral é interditada para obras de restauração.
A interdição acontece por solicitação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).
PortalMV Porto Nacional - TO
Postada em 17/10/2018 ás 00h05 - atualizada em 18/10/2018 ás 16h27
Catedral é interditada para obras de restauração.

Construída em 1894, a Catedral de Nossa Senhora das Mercês em Porto Nacional está fechada para missas, eventos religiosos e visitas em função de uma restauração que começou nesta terça-feira (16). A interdição acontece por solicitação regional do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).


Batizada de Igreja Matriz de Nossa Senhora das Merçês, a Catedral preservará seu aspecto arquitetônico secular. O processo licitatório já foi concluído e a ordem de serviço para os trabalhos de revitalização tem o prazo de até 140 dias para conclusão.


Recuperação da cobertura


Foram viabilizados R$ 100 mil para execução da cobertura e forro da nave da Catedral. É chamada de nave a ala central da igreja onde se reúnem os fiéis. O recurso é proveniente do Plano de Ação do Iphan.


Segundo a chefe de Divisão Técnica da Superintendência do Iphan Tocantins, Cejane Pacini, a área de cobertura total é de 118,34 m². A obra contempla a cobertura do altar e o restauro do forro.


A recuperação do forro de madeira será feito com técnica de restauro. As peças serão limpas, numeradas e analisado o estado de conservação para substituições e/ou enxertos necessários.


Para o secretário municipal da Cultura e do Turismo (Secult), Arnaldo Bahia, a Catedral guarda histórias e legado precioso para a comunidade católica da cidade.


“A restauração vai assegurar uma melhor comodidade. Eu acho que o bom seria se não chegasse nesse ponto de interdição, mas como houve a necessidade, vamos aguardar a intervenção que será realizada pelo Iphan, e que está garantindo os recursos para que possamos restabelecer as atividades religiosas a toda comunidade e aos turistas”, explicou o secretário municipal da Cultura e do Turismo, Arnaldo Bahia.


Catedral


Seu valor histórico, artístico e cultural a torna um espaço de visitação e atração turística. Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 2008, é considerada o marco mais importante do município. Reconhecida como patrimônio histórico e cultural.


O padre, Jucimar Sousa Ribeiro, responsável pela Catedral há dois anos, informou que em função da reforma, a igreja ficará fechada ao público. Nesse período, as missas serão realizadas no salão paroquial, ao lado do templo, nos horários de costume. As celebrações durante a semana estarão diluídas em igrejas das comunidades que formam a Paróquia, sempre às 19h.


“O processo de restauração será realizado de dentro do prédio, sendo necessário a retirada do altar e demais objetos. Os problemas estão na madeira e no telhado. Uma parede também apresentou rachadura”, explicou o padre.

FONTE: Por Luciana Macedo/Secom
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
163