Primos foragidos de Porto Nacional são capturados pela PC em Lagoa da Confusão.
Sábado, 17 de novembro de 201817/11/2018
63984631128
Trovoadas isoladas
22º
28º
31º
Porto Nacional - TO
dólar R$ 3,74
euro R$ 4,27
MICROFONE VERDADE
RONDA PORTO
Primos foragidos de Porto Nacional são capturados pela PC em Lagoa da Confusão.
Os dois rapazes são acusados de tentativa de homicídio, ocasião em que deixaram a vítima tetraplégica.
PortalMV Porto Nacional - TO
Postada em 14/10/2018 ás 00h00
Primos foragidos de Porto Nacional são capturados pela PC em Lagoa da Confusão.

Policiais Civis da Delegacia de Lagoa da Confusão, comandados pelo delegado Hismael Tranqueira, efetuaram a prisão de Renato Pereira Neres, de 18 anos; e seu primo Ricardo Pereira Carvalho, vulgo “RD”, de 19 anos. Eles estavam foragidos da Comarca de Porto Nacional, onde são acusados da prática de tentativa de homicídio e foram capturados, mediante cumprimento a mandados de prisão.


De acordo com o delegado Hismael, os dois indivíduos estavam conduzindo uma motocicleta, em atitude suspeita, próximo a uma boca de fumo, em Lagoa da Confusão, quando foram abordados. Após contato com policiais de Porto Nacional, os agentes de Lagoa da Confusão descobriram que havia mandados de prisão preventiva, em aberto, em desfavor dos flagrados por tentativa de homicídio, fato ocorrido na cidade de Porto Nacional, em fevereiro deste ano.


Ainda conforme o delgado Hismael, a vítima atacada pelos primos ficou tetraplégica, em razão das lesões provocadas pelos tiros que recebeu dos dois autores, que fugiram em seguida.


Em razão disso, a autoridade policial responsável pelo caso representou pela prisão dos dois suspeitos, que foi acatada pelo juízo e possibilitaram seu cumprimento nesta quinta-feira, com apoio de policiais militares.


Vale ressalta que, no momento da prisão, os dois suspeitos se encontravam de posse de R$  1 mil reais, em espécie, sendo que o dinheiro foi apreendido, pois existe a suspeita de que a quantia possa ser de origem ilícita.


Após as providências legais cabíveis, Renato e Ricardo foram encaminhados à Cadeia Pública de Cristalândia, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.


Os dois indivíduos devem ser transferidos, em breve, para Porto Nacional, a fim de que possam ser responsabilizados penalmente pela conduta delituosa.

FONTE: Por Rogério de Oliveira/Ascom-SSP
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
626