Carlesse reeleito; 2 novos senadores; 4 novatos na Câmara e 16 reeleitos na AL.
domingo, 21 de outubro de 201821/10/2018
63984631128
Nublado
23º
25º
31º
Porto Nacional - TO
dólar R$ 3,71
euro R$ 4,28
MICROFONE VERDADE
GERAL
Carlesse reeleito; 2 novos senadores; 4 novatos na Câmara e 16 reeleitos na AL.
As eleições no Tocantins ocorreram em clima de absoluta tranquilidade.
PortalMV Porto Nacional - TO
Postada em 08/10/2018 ás 00h25 - atualizada em 09/10/2018 ás 00h20
Carlesse reeleito; 2 novos senadores; 4 novatos na Câmara e 16 reeleitos na AL.

O governador Mauro Carlesse (PHS) foi reeleito com quase 60% dos votos válidos na eleição deste domingo (7). O resultado foi confirmado pelo TSE quando o candidato chegou a 57% dos votos válidos, com 93% das urnas apuradas. O segundo colocado, Carlos Amastha (PSB), tem cerca de 30%. 


Carlesse foi eleito governador na eleição suplementar realizada em junho deste ano após a cassação do ex-governador Marcelo Miranda (MDB) e da vice Cláudia Lélis (PV) por captação ilegal de recursos na campanha de 2014, o famoso 'caixa dois'.


BIOGRAFIA


Nascido em 25 de junho, o atual governador Mauro Carlesse (PHS) tem 58 anos e é natural de Terra Boa, no Paraná.  O empresário agropecuarista iniciou a carreira política ao se filiar ao Partido Verde (PV) em 2011, quando então já exercia a presidência do Sindicato Rural de Gurupi.


Foi candidato a prefeito daquela cidade nas eleições de 2012, mas saiu derrotado. Em 2013, filiou-se ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e candidatou-se a deputado estadual. Em 2014, foi eleito deputado estadual para a 8ª Legislatura.


No dia 8 de julho de 2016 foi eleito presidente da Assembleia Legislativa para o biênio 2017/2019. Com a cassação do então governador Marcelo Miranda (MDB), em 2018, assumiu o comando do Poder Executivo estadual interinamente.


Seu mandato foi brevemente interrompido, entre os dias 6 e 19 de abril, com uma liminar concedida pelo ministro Gilmar Mendes, do STF, que ordenou a recondução de Marcelo Miranda Cláudia Lélis aos seus respectivos cargos.


Em 24 de junho de 2018 Carlesse foi eleito governador do Tocantins, tendo como vice o então deputado estadual Wanderlei Barbosa, também do PHS. Na eleição suplementar a chapa venceu a disputa no 2º turno, com o senador Vicentinho Alves, do Partido da República.


Dois novos senadores com mãe e filho juntos.  


O ex-deputado federal Eduardo Gomes (SD) e o deputado federal Irajá Abreu (PSD) são os dois mais novos senadores do Tocantins. Vicentinho Alves (PR) e Ataídes Oliveira (PSDB) não conseguiram a reeleição.


Com a apuração concluída, Gomes ficou em primeiro lugar com 248.358 votos (19,48% dos válidos), enquanto Irajá pegou a segunda vaga com 214.355 (16,82%). Ambos foram os únicos a ultrapassarem a marca dos 200 mil votos.


Com o resultado, o Tocantins terá filho e mãe representando o Estado, já que a senadora Kátia Abreu (PDT) continuará na Casa por mais quatro anos. Ela foi reeleita em 2014, numa disputa empolgante e margem mínima contra justamente o senador eleito Eduardo Gomes.


Derrotados
Candidatos à reeleição, Vicentinho e Ataídes ainda ficaram atrás do deputado federal César Halum (PRB), que ficou na terceira colocação com 184.235 votos (14,45% dos válidos). O quinto lugar ficou com o republicano por somar o apoio de 176.012 eleitores (13,81%), e o tucano veio logo em seguida com 170.012 votos (13,34%).


O deputado estadual Paulo Mourão (PT) angariou 137.654 votos (10,80%) e ficou na sétima colocação. Do partido do presidenciável Jair Bolsonaro, Antônio Jorge (PSL) e Farlei Meyer (PSL) conseguiram uma votação quase casada, com o primeiro chegando a 66.089 votos (5,18%) e o segundo em  65.676 votos (5,15%). Melk Aires (Psol) amargou a última colocação na disputa pelo Senado com o apoio de apenas 12.312 eleitores (0,97%).


Câmara Federal: dois saíram e dois não foram reeleito.


Com dois deputados federais disputando outros cargos na eleição deste domingo, 7, a renovação de cadeiras tocantinenses na Câmara chegou a 50%. Um novato foi o responsável por angariar o maior número de votos. Veja abaixo os eleitos após a apuração total das urnas:


Tiago Dimas (SD); 10,03%; 71.442 votos


Osires Damaso (PSC); 8,20%; 58.726 votos


Vicentinho Júnior  (PR); 6,97%; 49.868 votos


Eli Borges (SD); 6,82%; 48.812 votos


Carlos Gaguim (DEM); 6,71%; 48.012 votos


Dorinha Seabra (DEM); 6,71%; 48.008 votos


Dulce Miranda (MDB); 5,69%; 40.719 votos


Célio Moura (PT); 2,54%; 18.167 votos


Não conseguiram a reeleição os deputados Josi Nunes (Pros) e Lázaro Botelho (PP). César Halum (PRB) também não volta. Candidatou-se a senador, mas não conseguiu se eleger. Já outro deputado, Irajá Abreu (PSD), foi eleito senador neste domingo, 7.


Inválidos
Nos votos para deputado federal, 27.259 eleitores optaram pelo branco (3,28% do eleitorado); enquanto 88.013 pessoas anularam o voto (10,59%). A abstenção dos eleitores tocantinenses bateu 19,98% dos eleitores aptos, ou 207.540 pessoas.


16 reeleitos para a AL


Com todas as urnas apuradas, a Assembleia Legislativa confirmou a reeleição de 16 das 24 cadeiras. A Casa de Leis abriria naturalmente vaga para seis novos nomes porque teve 18 parlamentares candidatos à reeleição. Deixaram o legislativo: Solange Duailibe (PT) e Stalin Bucar (PR) – que assumiram os lugares do governador Mauro Carlesse (PHS) e do vice Wanderlei Barbosa (PHS) -, mas não conseguiram se reeleger. Eli Borges (SD), Paulo Mourão (PT) e Osires Damaso (PSC) disputaram outros cargos neste pleito, enquanto José Bonifácio (PR) não pleiteou qualquer função pública.


Léo Barbosa (SD); 3,14%; 23.477 votos


Vilmar de Oliveira (SD); 3,11%; 23.255 votos [R]


Cleiton Cardoso (PTC); 3,11%; 23.245 votos [R]


Amelio Cayres (SD); 3,08%; 22.980 votos [R]


Jair Farias (MDB); 3,07%; 22.952 votos


Luana Ribeiro (PSDB); 2,56%; 19.084 votos [R]


Toinho Andrade (PHS); 2,54%; 18.947 votos [R]


Eduardo do Dertins (PPS); 2,53%; 18.907 votos [R]


Olyntho Neto (PSDB); 2,53%; 18.853 votos [R]


Eduardo Siqueira Campos (DEM); 2,40%; 17.951 votos [R]


Valderez Castelo Branco (PP); 2,38%; 17.790 votos [R]


Nilton Franco (MDB); 2,36%; 17.637 votos [R]


Ricardo Ayres (PSB); 2,28%; 17.024 votos [R}


Elenil da Penha (MDB); 2,25%; 16.826 votos [R]


Valdemar Junior (MDB); 2,23%; 16.624 votos [R]


Jorge Frederico (MDB); 2,22%; 16.576 votos [R]


Fabion Gomes (PR); 1,92% 14.367 votos


Amália Santana (PT); 1,77%; 13.193 votos [R]


Júnior Geo (Pros); 1,47%; 10.944 votos


Zé Roberto (PT); 1,35%; 10.090 votos [R]


Issam (PV); 1,24%; 9.251 votos


Vanda Monteiro (PSL); 1,04%; 7,796 votos


Ivory de Lira (PPL); 0,98%; 7.300 votos


Cláudia Lelis (PV); 0,90; 6.746 votos

FONTE: Portal MV/PortalCT
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
175