domingo, 09 de dezembro de 2018
63984631128
Economia

25/09/2018 ás 00h06

210

PortalMV

Porto Nacional / TO

Porto Nacional lidera geração de empregos em agosto de 2018, diz CAGED.
O número de empregos criados superou Palmas e Gurupi, 2ª e 3ª colocadas, em quase um ponto percentual.
Porto Nacional lidera geração de empregos em agosto de 2018, diz CAGED.

O Tocantins fechou o mês de agosto com saldo positivo de 455 empregos formais, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho nesta sexta-feira (21). A diferença representou um acréscimo de +0,25% no número de empregos em relação a julho. Foram 6.124 admissões e 5.669 desligamentos durante o período.


Setor de Serviços teve o melhor desempenho no mês, com a criação de 263 postos de trabalho. Porto Nacional, Palmas e Gurupi foram as cidades que mais geraram emprego no mês de agosto.


No comparativo dos últimos 12 meses Paraíso do Tocantins se destaca com 1.127 admissões a mais do que as demissões, representando 13,18%.


O setor que mais contribuiu para este resultado foi o de Serviços, com a criação de 263 novos postos de trabalho. Em seguida aparecem os segmentos de Comércio, com 156 vagas, e Agropecuária, com 71 novos empregos.


Na evolução de empregos formais entre os municípios com mais de 30 mil habitantes, a cidade de Porto Nacional teve o melhor desempenho com variação de 1,03%, seguida por Palmas com 0,29% e Gurupi com 0,27%.


Paraíso do Tocantins teve o pior desempenho com variação de -0,46%, mas no comparativo dos últimos 12 meses Paraíso tem saldo positivo de 1.127 admissões a mais do que as demissões, representando 13,18%. Seguida por Porto Nacional com 7,30%, Araguatins com 6,71 e Gurupi com 4,19%, representando 509 novos postos de empregos a mais neste mesmo período. A Capital teve o pior desempenho com variação de 0,33%, representando apenas 247 empregos a mais do que as demissões. 


Desempenho nacional


O emprego formal no Brasil cresceu no mês de agosto, com a abertura de 110.431 vagas – variação de +0,29%, em relação ao mês anterior. A alta durante o período foi resultado de 1.353.422 admissões e 1.242.991 desligamentos.


O crescimento do emprego formal ocorreu em sete dos oito setores econômicos. O segmento com maior alta foi o de Serviços, com 66.256 postos de trabalho. Comércio, com 17.859 postos, Indústria de Transformação (15.764 postos) e Construção Civil (11.800 postos) foram outros destaques.


Também tiveram alta os setores de Serviços Industriais de Utilidade Pública (Siup), com 1.240 novos postos, Extrativa Mineral (467 postos) e Administração Pública (394 postos). O único setor com variação negativa foi o de Agropecuária (-3.349).


Desempenho regional 
O saldo de empregos formais de agosto foi positivo nas cinco regiões do país. O Sudeste teve 41.303 novas vagas (+0,21). Em seguida aparecem o Nordeste, com 36.460 postos (+0,59); o Centro-Oeste, com 13.117 novas vagas (+0,41); Sul, com 10.243 postos (+0,14); e Norte, com 9.308 postos (+0,54%).

FONTE: Portal MV

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados