Policial efetua disparos e bate em cabeça de homem com arma; veja vídeo.
domingo, 23 de setembro de 201823/9/2018
63984631128
Parcialmente nublado
23º
27º
36º
Porto Nacional - TO
dólar R$ 4,05
euro R$ 4,76
MICROFONE VERDADE
RONDA TO
Policial efetua disparos e bate em cabeça de homem com arma; veja vídeo.
O fato ocorreu em via pública, de fronte a uma boate, no centro de Gurupi.
PortalMV Porto Nacional - TO
Postada em 09/09/2018 ás 22h37 - atualizada em 10/09/2018 ás 09h19
Policial efetua disparos e bate em cabeça de homem com arma; veja vídeo.

Foi preso e autuado em flagrante, no começo da manhã deste domingo (9), o policial rodoviário federal, Albertino Azevedo de Melo, acusado de efetuar disparos em via pública e bater com a arma na cabeça do suposto desafeto.


O fato ocorreu em via pública, de fronte a uma boate, no centro de Gurupi, região sul do Tocantins e foi gravado por uma câmera de segurança. 


Nas imagens é possível ver que ele está próximo de outras pessoas, quando levanta a arma e dispara para cima. Em seguida, o agente da PRF que estava de folga, vai de encontro ao provável oponente e o agride com coronhada na cabeça. Um amigo se aproxima, retira o policial exaltado que, se afasta e atira novamente atingido a parede acima da cabeça do homem agredido fisicamente.  


Albertino Azevedo foi preso e levado para Central de Atendimento da Polícia Civil, Gurupi, onde foi autuado e teve a arma apreendida.  Ele foi liberado mediante o pagamento de fiança equivalente a quatro salários mínimos e vai responder ao processo em liberdade.


Em Nota, a PRF informou que foi instaurado um Procedimento Administrativo Disciplinar para apuração dos fatos e o policial foi afastado preventivamente das funções operacionais.


VEJA VIDEO AQUI

FONTE: Portal MV
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
361