Homem apontado como grande traficante do “Bico do Papagaio” é preso pela PC.
domingo, 21 de outubro de 201821/10/2018
63984631128
Muito nublado
23º
23º
31º
Porto Nacional - TO
dólar R$ 3,71
euro R$ 4,27
MICROFONE VERDADE
RONDA TO
Homem apontado como grande traficante do “Bico do Papagaio” é preso pela PC.
O suspeito vinha sendo investigado há quase um ano e foi localizado na zona rural de Colinas do Tocantins.
PortalMV Porto Nacional - TO
Postada em 10/08/2018 ás 00h50
Homem apontado como grande traficante do “Bico do Papagaio” é preso pela PC.

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da Delegacia de Polícia de Augustinópolis, com o apoio do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE), prendeu na manhã desta quarta-feira, 08, em Colinas, Silveira dos Santos de Almeida. De acordo com a Polícia Civil, ele era considerado um dos líderes do tráfico de entorpecentes (crack) na região conhecida como Bico do Papagaio, no Tocantins.


De acordo com o delegado Thyago Bustorff, responsável pela operação, as investigações sobre o suspeito foram iniciadas em setembro de 2017, data em que Silveira encontrava-se foragido. Ainda segundo Bustorff, o suspeito foi preso em uma propriedade rural no município de Colinas do Tocantins.


No momento da abordagem, o indivíduo encontrava-se dormindo, tendo ao seu lado uma arma de fogo, modelo espingarda, calibre 20, com diversas munições intactas. “Os agentes de investigação da Polícia Civil de Augustinópolis receberam a informação de que o Silveira encontrava-se em Colinas. De imediato nos deslocamos ao município, e, contando com o apoio do GOTE, conseguimos capturá-lo”, afirmou.


 

FONTE: Por Wherbert Araújo/Ascom-SSP
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
132