Vereador Folha é interrogado por delegado e ganha liberdade em seguida.
Terça, 14 de agosto de 201814/8/2018
63984631128
Trovoadas
23º
28º
32º
Porto Nacional - TO
dólar R$ 3,87
euro R$ 4,39
PREFEITURA DE PORTO NACIONAL
RONDA TO
Vereador Folha é interrogado por delegado e ganha liberdade em seguida.
Advogado do parlamentar observa que seu constituinte não se sujaria com 10 mil reais.
PortalMV Porto Nacional - TO
Postada em 09/08/2018 ás 00h33 - atualizada em 10/08/2018 ás 00h32
Vereador Folha é interrogado por delegado e ganha liberdade em seguida.

Vereador Folha levado para prestar depoimento.e liberado da prisão.

Segundo informações de sua assessoria, o presidente da Câmara de Palmas, José do Lago Folha Filho foi liberado após prestar depoimento nesta quarta-feira, 08, na sede da Polícia Civil. Na ocasião, Folha foi ouvido pelo delegado responsável pela segunda fase da Operação Jogo Limpo, Guilherme Rocha Martins.

O advogado do vereador, Paulo Roberto, acompanhou o depoimento e destacou, "o delegado se deu por satisfeito e solicitou o alvará de soltura. Acho que houve um equívoco, mas a polícia faz seu trabalho e a gente respeita".

Paulo Roberto ainda comentou sobre o fato do vereador ter sido conduzido vestido com o uniforme do sistema prisional. " É comum, mas desnecessário" e ainda salientou, "não acredito no indiciamento dele, até por que um cidadão que faz uma gestão na Câmara de Palmas que devolve mais de R$ 1 milhão para os cofres públicos, que economiza recursos, tem suas contas aprovadas, não se sujaria com R$10 mil", concluiu.

O vereador chegou a passar uma noite em uma sala especial na Casa de Prisão Provisória (CPP) de Palmas. Folha teve sua prisão temporária decretada por cinco dias. 

Operação “Jogo Limpo” investiga um esquema criminoso de desvio de verbas públicas através da realização de convênios entre entidades do terceiro setor e a Fundação de Esportes e Lazer de Palmas (Fundesportes), bem como Secretaria de Governo e Relações Institucionais de Palmas ( SEGRI). Os delegados apontam um desvio de R$7 milhões de contas públicas.

FONTE: Jornal Stylo
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô: