Em coletiva de imprensa, Amastha admite choque por evasão de apoios e retoma candidatura.
Terça, 14 de agosto de 201814/8/2018
63984631128
Trovoadas
23º
28º
32º
Porto Nacional - TO
dólar R$ 3,87
euro R$ 4,39
PREFEITURA DE PORTO NACIONAL
GERAL
Em coletiva de imprensa, Amastha admite choque por evasão de apoios e retoma candidatura.
O anúncio da retomada da postulação foi feito ao lado de lideranças e aliados em Palmas.
PortalMV Porto Nacional - TO
Postada em 07/08/2018 ás 23h23 - atualizada em 07/08/2018 ás 23h29
Em coletiva de imprensa, Amastha admite choque por evasão de apoios e retoma candidatura.

Pouco mais de 24 horas depois de divulgar  o vídeo de sua desistência, Carlos Amastha, ex-prefeito de Palmas voltou atrás na decisão de abandonar a candidatura ao governo do Tocantins. 

O anúncio oficial foi dado durante coletiva de imprensa com a presença de diversos aliados, ntre eles os senadores Vicentinho Alves (PR) e Ataídes Oliveira (PSDB. Amastha disse que já pediu perdão pela decisão de ontem e afirmou que mudou de ideia após conversa com lideranças que o apoiam e voltou a ressaltar que a saída do PTB e do PCdoB o abalaram muito. “Fiquei extremamente chateado e magoado com a situação, mas quero contribuir, pois o Tocantins é muito maior que o meu desejo de cuidar de minha vida", destacou. 

Depois da canseira que a desistência de Amastha deu nos dois senadores que compõem a sua chapa em busca da reeleição, Ataídes e Vicentinho, o candidato disse que vai se dedicar para eleger os parlamentares. “Vou usar minhas forças e o tempo de TV para pedir votos para vocês, que tanto têm contribuído com o Tocantins,” elogiou.

Amastha também deu destaque à atitude de Danilo de Melo, que deixou o seu partido, PCdoB, após a sigla abandonar a composição do ex-gestor. “Eu sou muito grato por ter se desfoliado e ter me dado esse reconhecimento que eu não merecia é isso referendo a minha atitude de ontem”, agradeceu.

O candidato disse que viveu uma depressão nas últimas 24 horas, mas que o conforto e o auxílio de seus aliados o fizeram rever a decisão. O ex-gestor também pediu para que os companheiros fossem para as ruas pedirem votos. Na coletiva, Amastha voltou a elogiar o trabalho do senador Vicentinho a quem já teceu graves críticas anteriormente. “Nunca questionei o caráter, questionei o trato com Palmas", justificou Amastha.

FONTE: Jornal Stylo
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

Kaio Palmas - TO 08/08/2018

Amastha acabou de se afundar.

imprimir
114