Lavrador sai para trabalhar, atende telefone e comete suicídio.
Sábado, 21 de julho de 201821/7/2018
63984631128
Ensolarado
19º
33º
33º
Porto Nacional - TO
dólar R$ 3,77
euro R$ 4,43
PREFEITURA DE PORTO NACIONAL
RONDA TO
Lavrador sai para trabalhar, atende telefone e comete suicídio.
Polícia Civil entra em ação visando desvendar as circunstâncias misteriosas atinentes ao caso.
PortalMV Porto Nacional - TO
Postada em 13/07/2018 ás 01h04 - atualizada em 14/07/2018 ás 21h31
Lavrador sai para trabalhar, atende telefone e comete suicídio.

Imagem de arquivo em rede social.

O lavrado Deusimar Antonio Gonçalves, 37 anos, foi encontrado morto nesta quarta-feira (11), nas proximidades da casa principal da Fazenda Planalto, município de Santa Rosa, na região centro sul do Tocantins.


Conforme relatos de familiares, pouco depois das 9 horas da manhã, o homem saiu afirmando que estava indo para o trabalho. Na mesma ocasião, o telefone tocou. Ele atendeu e continou caminhando em direção aos matagais. Alguns minutos depois, o telefone voltou a chamar repetidas vezes e ninguém ouviu mais a voz de Deusimar atendendo. Ao saírem para verificar o que estava acontecendo, os parentes disseram que o avistaram pendurado no galho de uma árvore em posição de suicídio por enforcamento.


A Perícia técnica foi chamada, recolheu o telefone para investigações e liberou o corpo que foi conduzido ao IML de Porto Nacional. Após os exames necroscópicos, foi dada a liberação aos familiares para providenciarem os funerais.


Os motivos que levaram o lavrador a exterminar a própria vida ainda são desconhecidos. Ninguém da família chegou a desconfiar que ele tinha tendência a cometer tal ato extremo.


As investigações estão sendo conduzidas pelo Delegado Regional de Dianópolis, Afonso José Azevedo de Lyra Filho, que também responde pela DPC de Santa Rosa.

FONTE: Portal MV
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
534