Quinta, 13 de dezembro de 2018
63984631128
Ronda TO

05/07/2018 ás 23h55

270

PortalMV

Porto Nacional / TO

Estelionatário que pegou dados de vítima em portal da transparência é preso pela PC.
O golpista conseguiu aprovar um cartão de crédito no valor de 8.500 reais e efetuou diversas compras.
Estelionatário que pegou dados de vítima em portal da transparência é preso pela PC.
Preso em Palmas por estelionato.

Policiais Civis da 2ª Delegacia de Polícia de Palmas, comandados pelo Delegado Hudson Guimarães Leite efetuaram, na tarde desta quinta-feira (5), a prisão de Iury Júnior Abelardo, de 22 anos de idade. Ele é suspeito de aplicar o chamado “golpe do cartão de crédito” e foi autuado em flagrante pela prática do crime de estelionato.


Conforme o Delegado Hudson, uma das vítimas teve seus dados retirados diretamente do Portal da Transparência do Estado do Tocantins. Com isso o golpista conseguiu criar um e-mail falso no nome da vítima para estabelecer contato com a operadora de cartões de crédito até conseguir aprovar um cartão com saldo no valor de R$ 8.500 reais.


Ainda de acordo com as investigações da Polícia Civil, de posse do cartão, Iury realizou, em lojas do comércio local, diversas compras no valor de 3 mil reais até ser rastreado e preso pelos policiais civis da 2ª DP. Com o dinheiro obtido foram comprados móveis para casa, equipamentos de informática, óculos de sol, ingressos para um acampamento de praia, na cidade de Peixe, e ainda gastos com restaurantes foram pagos com dinheiro dos golpes.


Todos os objetos obtidos ilicitamente pelo suspeito foram recuperados e encaminhados para a perícia. "Com a prisão a Polícia Civil conseguiu além de elucidar esse crime, impedir que outras pessoas também fossem vítimas deste mesmo golpista" ressalta o delegado responsável pela operação, Hudson Guimarães.


Iury Júnior foi autuado em flagrante pelo crime de estelionato, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas, (CPPP), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

FONTE: Por Rogério de Oliveira/Ascom-SSP

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados