Quarteto morre em confronto com a PM depois de arrombar agência dos Correios.
Quinta, 16 de agosto de 201816/8/2018
63984631128
Parcialmente nublado
23º
34º
33º
Porto Nacional - TO
dólar R$ 3,90
euro R$ 4,43
PREFEITURA DE PORTO NACIONAL
RONDA TO
Quarteto morre em confronto com a PM depois de arrombar agência dos Correios.
O furto e a troca de tiros ocorreram na manhã de domingo (10) em Lagoa do Tocantins.
PortalMV Porto Nacional - TO
Postada em 10/06/2018 ás 23h46 - atualizada em 10/06/2018 ás 23h49
Quarteto morre em confronto com a PM depois de arrombar agência dos Correios.

Apetrechos apreendidos em poder dos larápios.

Uma ação da Polícia Militar terminou com a morte, neste domingo, 10, de quatro homens acusados de arrombar e furtar a agência dos Correios de Lagoa do Tocantins, na região central do estado.


A PM informou que encaminhou uma equipe da ROTAM (Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas) depois que recebeu a informação de que quatro ladrões tinham arrombado o cofre dos Correios do município. Ao chegar na cidade, os militares bloquearam entradas e saídas e passaram a fiscalizar os veículos. 

Em um determinado momento, os PMs avistaram um carro em atitude suspeita. Assim que avistaram os policiais, dois suspeitos deixaram o veículo e saíram correndo para um matagal. Outros dois permaneceram no automóvel e atiraram contra a viatura da ROTAM. Os militares revidaram e no confronto, a dupla de assaltantes acabou morrendo baleada.


 A equipe de policiais passou, então, a perseguir os outros dois suspeitos, em uma área verde na região. Segundo a PM, os militares foram recebidos a tiros pelos criminosos e em uma nova troca de tiros, os criminosos foram baleados. Os dois homens chegaram a ser socorridos com vida, mas morreram ao dar entrada na unidade de saúde de Santa Tereza do Tocantins. 

A PM informou que os quatro homens eram conhecidos por participação em ações criminosas. Apenas um deles foi identificado. É um rapaz cujo primeiro nome é Marlon.

Os corpos dos suspeitos foram encaminhados para exames e identificação no Instituto Médico Legal (IML)

Além do dinheiro furtado da agência, a polícia recuperou outros objetos levados pela quadrilha, como malotes, encomendas e câmeras de segurança. Também foram apreendidas quatro armas e  várias ferramentas e equipamentos usados para arrombar os Correios. 

Como os Correios são uma empresa federal, o caso foi repassado para a Polícia Federal (PF), que será a responsável pela investigação. 

FONTE: RedeTO/PortalMV
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
507