Sábado, 23 de março de 2019
63984631128
Ronda Porto

07/03/2019 ás 00h08 - atualizada em 07/03/2019 ás 10h50

1.001

PortalMV

Porto Nacional / TO

Caminhoneiro é espancado em via pública e morre no hospital de Silvanópolis.
A PM foi acionada e não conseguiu localizar os suspeitos que fugiram em direção não sabida.
Caminhoneiro é espancado em via pública e morre no hospital de Silvanópolis.


O caminhoneiro Stênio Henrique Oliveira, 38 anos, residente, em Palmas, foi espancado até a morte no começo da madrugada de terça-feira (5), na Avenida José Guimarães, em Silvanópolis, região central do Tocantins.


Populares estavam em festa de carnaval, quando avistaram alguns homens desconhecidos agredindo a vítima ao lado do caminhão em via pública. Imediatamente, a PM foi acionada e ao chegar no local não encontrou mais os acusados que haviam fugido em direção não sabida.


Stênio que estava muito ferido e ensanguentado foi socorrido e levado para o hospital do município, porém, não resistiu.


Ao lado do corpo foram encontrados um machado com cabo de ferro e um facão maculado de sangue.


No interior do veículo da vítima foi encontrado um celular simples. A princípio não há indícios de latrocínio. Foram constatados apenas danos na cabina do caminhão indicando que os agressores arrebentaram a porta para arrancar o homem de dentro.


As investigações serão conduzidas pela Delegacia de Polícia Civil (DPC) de Silvanópolis com o apoio da DEIC – Delegacia Estadual de Investigações Criminais – Núcleo de Porto Nacional.

FONTE: PortalMV

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

1 comentários

Diego

  ·  Bélgica O tocantins esta muito perigoso Em 07/03/2019 ás 07h04
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados