Sábado, 23 de março de 2019
63984631128
Ronda TO

27/02/2019 ás 00h19

181

PortalMV

Porto Nacional / TO

Mãe e filho são presos pela PC acusados de tráfico de drogas.
Os dois foram flagrados portando entorpecentes em via pública no centro da cidade.
Mãe e filho são presos pela PC acusados de tráfico de drogas.


Policiais Civis da 5ª Delegacia Regional de Guaraí, coordenados pelo delegado Adriano Carrasco, efetuaram no final da tarde da última segunda-feira (25), naquele município, as prisões de Larissa Valporto da Silva, de 36 anos, e Felipe Valporto da Silva, de 18 anos. Eles são suspeitos dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico e foram capturados, em flagrante delito, quando se encontravam em uma avenida no centro da cidade.


De acordo com o delegado Adriano, mãe e filho já vinham sendo investigados pela Polícia Civil, há aproximadamente dois meses, devido ao possível envolvimento com a comercialização de substâncias entorpecentes na região e foram surpreendidos quando chegavam para efetuar entrega de drogas em uma boate, na Avenida Bernardo Sayão, em Guaraí.


Durante a abordagem, os policiais civis localizaram em poder de Larissa e Felipe, três porções de maconha. Dessa maneira, os dois foram conduzidos até a Central de Atendimento da Polícia Civil local, onde foram autuados, em tese, pela prática dos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas.


Após os procedimentos legais cabíveis, Felipe foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Guaraí e Larissa foi recolhida à carceragem da Cadeia Feminina de Pedro Afonso. Mãe e filho permanecerão à disposição do Poder Judiciário.


Para o delegado regional Adriano Carrasco, as prisões efetuadas representam o compromisso da Polícia Civil no combate à criminalidade, o que resulta em uma sociedade mais segura e livre das drogas. “A Polícia Civil do Tocantins está intensificando o combate ao tráfico de drogas e a criminalidade, em Guaraí e em todos os demais municípios do estado. Para isso, contamos com a população para que nos auxilie com denúncias, com a preservação do anonimato, e não deixe o crime prosperar”, ressaltou.

FONTE: Por Rogério Oliveira/Secom-TO

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados